Autor: <span>PlusPixel</span>

Formação Psicanalítica

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A FORMAÇÃO PSICANALÍTICA

SOCIEDADE PSICANALÍTICA DE FORTALEZA – SPFOR

(Sociedade Componente da International Psychoanalytical Association - IPA)

 INSTITUTO DE ENSINO E FORMAÇÃO PSICANALÍTICA

 EDITAL DE SELEÇÃO DE PRETENDENTES À FORMAÇÃO PSICANALÍTICA - 2022

O Instituto de Ensino e Formação Psicanalítica da SPFOR informa, por meio desse edital, a abertura do processo de seleção para a próxima turma de Formação em Psicanálise segundo os padrões da International Psychoanalytical Association (IPA), instituição fundada por Sigmund Freud.

Os interessados em fazer a Formação em Psicanálise (daqui em diante referida como Formação) devem, antes de se inscreverem, ler com atenção o Anexo 1 - “Critérios e passos para a Formação psicanalítica da SPFOR”,  documento que contém informações essenciais sobre o processo de Formação.

Regulamento do processo de seleção

Serão aceitas, para esse processo de seleção, inscrições de pretendentes que sejam graduados em medicina ou psicologia ou de graduandos que estejam cursando o último ano de sua graduação em medicina ou psicologia no momento da inscrição.

Esse processo seletivo segue as seguintes orientações:

As inscrições para o processo de seleção de pretendentes à formação psicanalítica da SPFOR foram prorrogadas até o dia 20/09/2022!

A inscrição será feita pelo e-mail [email protected], da SPFOR.

Documentos a ser enviados no e-mail de inscrição:

  1. Requerimento de inscrição no processo seletivo para a Formação, dirigido à direção do Instituto, conforme modelo (anexo 2) – devidamente preenchido e enviado como documento do Word
  2. Ficha de identificação (anexo 3) - devidamente preenchida e enviada como documento do Word
  3. Documento de identidade com foto (RG ou CHN ou CTPS) – enviar em arquivo de imagem JPEG
  4. Foto tipo 3X4 recente – enviar em arquivo de imagem JPEG
  5. Cópia de documento de inscrição no Conselho Regional da profissão do pretendente – enviar em arquivo de imagem JPEG

5.1 Os pretendentes graduandos do último ano de medicina ou psicologia devem enviar uma declaração da direção do curso de que estão regularmente matriculados cursando o último ano de sua graduação.

5.2 Portadores de diplomas emitidos por universidades estrangeiras deverão apresentar prova de revalidação dos mesmos, de acordo com a legislação brasileira.

  1. Curriculum Vitae – enviar em documento do Word
  2. Memorial – relato no qual o pretendente explicita os motivos pelos quais deseja fazer a Formação no Instituto de Psicanálise da SPFOR (enviar em documento do Word).  O memorial é uma peça muito importante para o processo seletivo e merece cuidado especial. Diferentemente do currículo, ele é uma apresentação mais reflexiva do pretendente e pode contribuir para as entrevistas.
  3. Declaração de conhecimento dos termos que regulamentam esse processo de seleção, conforme modelo (anexo 4) devidamente preenchido e enviado em documento do Word;
  4. Comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais), a ser depositada para: Sociedade Psicanalítica de Fortaleza, como transferência bancária para Banco Sicredi (748), Agência 2301, Conta Corrente 2843-6 ou como PIX (CNPJ 05.358.763/0001-22).

Etapas do processo seletivo

1ª etapa - Inscrições – feitas por e-mail, entre 13/07/22 e 26/08/22

2ª etapa – Primeiras entrevistas – o pretendente fará três entrevistas individuais com três analistas didatas da Comissão de Ensino da SPFOR, indicados pela direção do Instituto.

Procedimento para essa etapa: após a inscrição ser considerada realizada, ou seja, após a verificação do envio completo e correto dos documentos solicitados e da confirmação da transferência bancária, o pretendente receberá, por e-mail, o nome dos três analistas entrevistadores, os quais farão contato com o pretendente, por meio do WhatsApp, para agendar as entrevistas, que deverão ocorrer no período de 12/08/22 a 14/10/22. O valor de cada entrevista, R$ 200,00 (duzentos reais), deverá ser depositado na conta bancária da SPFOR, até o dia anterior à data da realização da entrevista.

3ª etapa – Divulgação dos resultados da primeira fase do processo seletivo – Cada pretendente receberá o resultado, ou seja, se obteve ou não aprovação nessa fase do processo de seleção, em seu  e-mail individual, no período entre os dias 21 e 30 de novembro de 2022.

4ª etapa - Análise prévia - Após aprovação, o pretendente, agora chamado postulante, dará início à análise prévia, com frequência mínima de três sessões por semana e duração de, no mínimo, um ano, com um dos analistas com função didática da SPFOR, devendo iniciar sua análise, no máximo, até janeiro de 2023.

5ª etapa – Segunda fase de entrevistas - Após o período de um ano, o postulante deverá se submeter à segunda fase de entrevistas, na qual será novamente avaliado por três analistas didatas da Comissão de Ensino da SPFOR. Somente nesse momento, o processo seletivo será concluído. A aprovação na segunda fase de entrevistas habilita o postulante a começar a Formação, que tem início com a análise didática e os seminários teóricos. O postulante passa agora a ser nomeado como analista em formação, ou como a tradição consagrou, candidato.

Fortaleza, 12 de julho de 2022

Petrônio Sá Benevides Magalhães Júnior – Diretor presidente

Maria Haydée Augusto Brito – Diretora do Instituto

 

 

CURSO NUPIA

O I módulo do curso: PSICANÁLISE E INTERLOCUÇÕES NO ATENDIMENTO DE CRIANÇA E ADOLESCENTE terá início em 28/04. Mais uma atividade do NUPIA, pertencente a SPFOR.

28/04 | A constituição do psiquismo
Alicia Lisondo – SBPSP
Local: Duets Office Towers

26/05 | Sobre Preocupação materna primária | Berço das emoções inaugurais e do pensar humanos, relação mãe-bebê: delicadeza e complexidade.
Haydée Brito – SPFOR
Maria José Andrade Souza – SPFOR
Local: RioMar Trade Center

30/06 Sexualidade e identidade sexual na infância  Identidade de gênero e orientação sexual
Elizabeth Lordello Coimbra – SBPSP
Local:  Duets Office Towers

07/07 Desenvolvimento intelectual e transtornos de aprendizagem – diálogo entre a psicanálise, a
psicopedagogia e a fonoaudiologia
Lourdes Negreiros – Psicanalista
Cláudia Sabino – Psicopedagoga
Luciana Rodrigues – Fonoaudióloga
Local: RioMar Trade Center

25/08 O atendimento psicanalítico do autista
Maria Thereza Barros França – SBPSP
Local: Duets Office Towers

29/09 O trabalho com os pais na análise de crianças
Silvana Barros – SPFOR
Ina Gonzaga – SPFOR
Local: Duets Office Towers

27/10 Abordagem psicanalítica da psicopatologia do desenvolvimento emocional
Mariângela M. de Almeida – SBPSP
Local: RioMar Trade Center

24/11 Escuta e interpretação na análise de crianças
Lourdes Negreiros – SPFOR
Local: Duets Office Towers

Investimento – Módulo I
Profissional – R$ 800,00 / Aula avulsa – R$ 220,00
Graduando – R$ 600,00 / Aula avulsa – R$ 170,00
[email protected]

maiores informações | 3264 7709 | 85 9 8793 8067

 

 

“O veredicto”, de Franz Kafka

Ou o estranho caso do pai que manda o filho se afogar e o filho se afoga mesmo.

O autor faz um breve resumo do célebre conto de Kafka “O veredicto” em que, num clima emocional aparentemente harmônico, o pai sentencia o filho à morte e este obedece, declarando, ao se lançar no rio, o seu amor aos pais. O autor analisa o conto sob a perspectiva do pai e do filho numa tentativa de conjugar as compreensões, entendendo a morte de Georg como uma vitória sobre o pai. Agora sim, ele estaria gozando um prazer sexual interminável, eterno, e deixando para o pai toda a culpa e o sofrimento pela falta que sentirá dele. Desta maneira, Georg se transformará no filho amado pelo pai que irá se arrepender eternamente de haver dado o veredicto de morte ao filho, agora e só agora, finalmente, amado. Uma loucura além da loucura shakespeariana, uma loucura kafkiana!

Saiba mais

A civilização da imagem e os vícios eletrônicos

Por Rosane Müller Costa**

Os “vícios eletrônicos” como práticas em sites de relacionamento, jogos on line, sexo virtual ou qualquer uso excessivo em que predomine o caráter de ação impulsiva e irrefreada são examinados como uma nova forma de adicção parte de um contexto maior nominado de civilização da imagem. As transformações sócio-culturais daí provenientes e as repercussões de estarmos nos expondo a realidades cada vez mais virtuais serão consideradas à luz do pensamento de A. Green sobre a estrutura enquadrante, D. Winnicott e o objeto transicional e Freud com a noção de narcisismo.

**Membro Efetivo do GEPFOR e da SPR e professora da Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza.

**Trabalho apresentado na III Jornada do GEPFOR – Limites do Prazer x Prazer sem Limites e no XXIII Congresso Brasileiro de Psicanálise – Limites: Prazer e Realidade

***

O tema “Vícios Eletrônicos” insere-se em um quadro de referência maior concernente à difusão da imagem no mundo moderno. É possível que apenas tenhamos tomado consciência desse fenômeno, e do quanto tem transformado nossas vidas, em um tempo relativamente reduzido. Em verdade, pouco sabemos sobre os efeitos do extraordinário poder dos meios de comunicação conjugados ao poder da imagem e sobre as repercussões de estarmos nos expondo a realidades cada vez mais virtuais.

Saiba mais

Tirésias entre Apolo e Dioniso

Nesse texto, o autor Valton Miranda, faz uma viagem entre os personagens da mitologia e as instâncias do psiquismo humano, apontando as oscilações humanas tão bem representadas através desses mitos. Uma leitura estimulante ao pensamento. Uma viagem pela mente humana desde os mitos citados, com um guia conhecedor profundo de ambos.

Saiba mais

Revista Reverie – Vol. IX, nº 1 – 2016

SUMÁRIO

EDITORIAL

Maria de Lourdes Negreiros Lima
Em pauta
A fundação da International Psychoanalytical Association (IPA) e da Sociedade Psicanalítica de Fortaleza (SPFOR) - Psicanálise: profissão da Esperança e da Realidade | Paulo Marchon
Viena nos tempos de Freud | Paulo Marchon
Teoria e Clínica Psicanalíticas
Concordância sem pensamento: um ataque aos vínculos | Alessandra Ponte Barroso
A psicanálise e o sofrimento pós-moderno: fragmentos de uma análise | Alirio Dantas Jr.
A grade negativa: vínculos e transformações | Anette Blaya Luz
Amor materno/função materna - algo inato ou algo a ser construído? | Maria José de Andrade Souza
Reflexões Psicanalíticas
Freud ainda explica? | Barbosa Coutinho
Algumas considerações anatômicas e psicodinâmicas sobre a semelhança entre os sexos – a feminilidade primária | Eliane Souto de Abreu
Psicanálise, Arte e Cultura
Entre a microfísica do poder e a hipótese repressiva – reflexões para o estudo da sexualidade | Aline Veras Morais Brilhante
Sobre arte e psicanálise: da impotência ao impossível | Ana Valeska Maia Magalhães
A cultura e a estruturação psíquica do menino e da menina em São Paulo | Teresa Rocha Leite Haudenschild
Crime e tortura na vida nua | Valton de Miranda Leitão

Revista Reverie – Vol. VIII, nº 1 – 2015

ÍNDICE
EDITORIAL - Maria de Lourdes Negreiros Lima

TEORIA E CLÍNICA PSICANALÍTICAS

Transformações e áreas de não sonho: transformações em alucinose e transformações autísticas - uma ampliação de paradígma - Célia Fiz Korbivcher
Clínica dos estados autísticos - Novo desafio em psicanálise -Regina Elisabeth Lordelho Coimbra
A "loucura do bebê" em todas as idades - Nara Amália Caron e Rita Sobreira Lopes
A personalidade irascível: considerações sobre o splitting entre o gênio e o temperamento - Arnado Chuster

REFLEXÕES PSICANALÍTICAS

O adoecer na contemporaneidade: o padecimento do indivíduo em face de sua mitificação - Alirio Dantes Jr.
Função representativa da linguagem na psicanálise - Barbosa Coutinho
O inconsciente - uma leitura atual - Rosane Muller
A clinica psicanalítica da primeira infância na contemporaneidade: demandas, cuidados e manejos - Silvana Rodrigues de Barros
Tive um sonho: as transformações conceituais e técnicas na compreensão dos sonhos - Valton de Miranda Leitão

PSICANÁLISE, ARTE E CULTURA

O bem estar e o mal estar na civilização - Paulo Marchon
Corpo histérico e corpo filmico: notas para um pensamento no limiar - Érico Araújo LIma
Representação e psicanálise no cinema: Divertida Mente, o filme - Bárbara Facó Barreto Regadas, Karina Rodrigues Bernardes e Marúcia Luna Neri Benevides
O lugar onde o lar se faz presente - Iolanda Mendes e Lina Schlachter

Revista Reverie – Vol. VII, nº 1 – 2014

ÍNDICE

EDITORIAL - Maria de Lourdes Negreiros Lima

TEORIA E CLÍNICA PSICANALÍTICAS

Afinal, o que é esse tal enactment? - Roosevelt Cassorla
Uma cicatriz umbilical artística: fragmentos de uma análise - Sonia Lobo
Ausência de Tânatos em Winnicott - Rahel Boraks
Reflexões clínicas - a recusa do sofrimento: a eterna presença do ausente - Maria Inês Neuenschwander Escosteguy Carneiro
Considerações sobre questões clínicas tendo As bacantes e Édipo rei como pré-concepções - Claudio Castelo Filho

REFLEXÕES PSICANALÍTICAS

Sonhar a América Latina - A tempestade ou De que os humanos são feitos - Ney Marinho
Ontem choveu no futuro - Ester Hadassa Sandler
Era uma vez um menino que deixou de ir à escola e... - Paulo Marchon
Mythos e logos: o inconsciente mitológico - Valton de Miranda Leitão

PSICANÁLISE, ARTE E CULTURA

Cinquenta tons de cinza: contribuições para uma apreciação psicanalítica do romance - Maria José de Andrade Souza
Os filósofos Hannah Arendt, Heidegger e Blücher em razão e paixão: um estranho conluio - o filme e a realidade - Maria Livia Marchon
Quando o destino é o olhar materno: precisamos falar sobre Kevin - Lina Schlachter, Iolanda Mendes, Raimunda Maria de Andrade

Revista Reverie – Vol. VI, nº 1 – 2013

ÍNDICE

EDITORIAL - Sônia Lobo

TEORIA E CLÍNICA PSICANALÍTICAS

O trabalho na experiência emocional - os afetos como principal instrumento de trabalho do analista e como parte essencial no desenvolvimento e na capacitação do analisando - Claudio Castelo Filho
O setting psicanalítico e suas vicissitudes - Iolanda Mendes de Oliveira e Maria Haydée Augusto Brito
Mágoa e ressentimento: uma elaboração possível? - Marcelo Mello Ranier Ramalho e Rosane Müller Costa
Terror-sem-nome e estados primitivos da mente - Teresa Rocha Leite Haudenschild

PSICANÁLISE DE CRIANÇA E ADOLESCENTE

Considerações sobre trauma e capacidade de sonhar - Flávia Brasil Mello e Rosane Müller Costa
Uma psicanálise no limite do pensável - Mario Giampà
A técnica na análise do adolescente - Jurenice Picado Alvares

PSICANÁLISE E NEUROCIÊNCIAS

Identificação e adaptação: estratégias de sobrevivência psíquica - Sergio Costa de Almeida
O sonho como protótipo normal da psicose e suas relações com a regra fundamental da psicanálise - uma visão psicanalítica, em perspectiva de interface com a neurociência - Victor Manoel Andrade

PSICANÁLISE E CIÊNCIAS HUMANAS
O novo velho homem - Valton de Miranda Leitão

PSICANÁLISE E ARTE

A noite de barriga pra cima no outro céu - Carlos Frederico Weisse
O veredicto, de Franz Kafka ou o estranho caso do pai que manda o filho se afogar e o filho se afoga mesmo - Paulo Marchon
Culpa e morte: um passeio literário pelo mundo de Franz Kafka - Maria Livia Diana Marchon
Reflexões psicanalíticas sobre o filme O Discurso do Rei - Ana Cássia Freutt

RESENHA DE LIVRO

Resenha do livro: A carta ao pai de Franz Kafka, analisada por Paulo Marchon - Eliane Souto de Abreu

Revista Reverie – Vol. V, nº 1 – 2012

ÍNDICE

EDITORIAL A CONVITE - Valton Miranda Leitão

ARTIGO EM DESTAQUE

Como tornar proveitoso um mau negócio: fazer pesquisa na sala de análise - Antonino Ferro

CLINICA PSICANALITICA

A clínica psicanalítica e seus vértices: continência, confronto, ausência - Luís Claudio Figueiredo
Psicossomática - comunicação deformada - Rahel Boraks
Juntos, porém sós. A possibilidade ou a impossibilidade de encontros humanos – problemas do mundo atual ou velhos problemas com novas vestimentas? - Claudio Castelo Filho
Reflexões sobre a comunicação analista-analisando na clínica atual - Raquel Elisabeth Pires
O “Acting-out” frente aos princípios do prazer e da realidade - José Luiz F. Petrucci

PSICANÁLISE E CULTURA
Amor e ódio na civilização - Mario Smulever
O virtual, o homem e a psicanálise - Petruska Passos Menezes

PSICANÁLISE E ARTE

Sobre a miséria e a grandeza humanas no filme O solista - Maria José de Andrade Souza
Da tendência antissocial ao viver criativo - José Outeiral
A vida vence a morte no amanhecer: uma leitura do filme - Maria Lívia Diana de Araujo Marchon

ENTREVISTA

Conversando sobre formação psicanalítica - Admar Horn

REFLEXÕES EM PSICANÁLISE

Sexualidade masculina: ponto cego da teoria psicanalítica? - Ana Cássia Fruett

LITERATURA

Angústia. Um conto de Tchekhov.

Curso “Psicanálise: Teoria e Método”

INSCRIÇÕES ABERTAS Curso “Psicanálise: Teoria e Método”, uma iniciativa da Sociedade Psicanalítica de Fortaleza …

VII Jornada de Psicanálise da Spfor

Diversidade no mundo e na clínica psicanalítica Data: 29 e 30 de setembro de 2023 – Hotel Mareiro – Fortaleza-CE …

I Simpósio de Mitologia e Psicanálise da SPFOR

A mitologia, sobretudo a de origem grega, foi um dos campos de estudo que Sigmund Freud privilegiou. Sabemos que o criador …